Pavan Zanetti fornece sopradora para primeira fábrica brasileira da Röchling

[print_gllr id=878]

A primeira unidade brasileira da alemã Röchling, inaugurada dia 4 de junho, em Itupeva (SP), está operando com uma sopradora HPZ 300, da Pavan Zanetti. Especializada na produção de peças plásticas automotivas de alta resistência, a Röchling já está fornecendo para a Volkswagen e também deverá ter a Ford e a BMW como clientes em 2015. As negociações com outras montadoras no Brasil, que são clientes da Röchling na Europa e Estados Unidos, como Honda, General Motors, Renault, PSA Peugeot Citroën, Audi, Mercedes-Benz e Fiat, já estão em andamento.

Para a Pavan Zanetti, ter sua marca aliada a uma das mais conceituadas fabricantes de componentes plásticos do mundo, como a Röchling, e ao mercado das montadoras automobilísticas, é um reconhecimento à altura de sua competitividade. “Hoje, estamos muito mais próximos dos concorrentes europeus em termos de tecnologia aplicada e de preço. Nossas máquinas são capazes de competir em produtividade tendo os mesmos elementos de comando e equipamentos periféricos das europeias”, garante Newton Zanetti, diretor comercial da Pavan Zanetti.

A sopradora HPZ 300 é um modelo básico da série HPZ, de sopro por acumulação, que atende à fabricação de médios e grandes volumes. Tem saída lateral do produto soprado e permite a instalação de um sistema integrado para sua rebarbação. Dispõe de comandos de última geração, sistemas de sopro a vácuo em 3D com a tecnologia TBM e recursos de acionamentos elétricos, pneumáticos e hidráulicos para serviços durante o tempo de sopro e extração.

Além de incorporar as mais atuais tecnologias no setor de sopro por acumulação, a HPZ 300 tem sistemas para a segurança do operador adequado às leis vigentes e uma variada possibilidade de tipos de roscas plastificadoras com perfis indicados para cada resina termoplástica.

Com alta produtividade e automatização do processo, a HPZ 300 está alinhada ao objetivo da Röchling de ter uma operação enxuta. “Isso nos torna competitivos, permitindo que os clientes possam localizar peças a custos aceitáveis, evitando riscos logísticos e cambiais das importações”, destaca o diretor geral da Röchling no Brasil, Peter Mettens.

Para a Volkswagen, a Röchling está produzindo coletores de admissão e caixas do filtro de ar em polipropileno (PP), usados pelos novos motores da família EA 211, o três-cilindros 1.0 do Up! e do Fox Bluemotion e o quatro-cilindros 1.6 já lançado no Gol Rallye e Saveiro Cross. Para a Ford, serão produzidos reservatórios de plástico para o cofre do motor do EcoSport. Já para a BMW, a Röchling fornecerá dutos de ar.

“Queremos dar os parabéns à Rochling pelo sucesso do empreendimento e as belas instalações. Nos sentimos honrados em ter uma sopradora da Pavan Zanetti marcando o início da história desta conceituada empresa no Brasil”, afirmou Newton Zanetti.

Feira Internacional da Mecânica – Injetora da Pavan Zanetti mostra alto desempenho com a utilização de compostos de fonte renovável

[print_gllr id=867]

A Pavan Zanetti mostrou, na 30ª. Feira Internacional da Mecânica, que seus equipamentos estão alinhados às mais recentes inovações dos compostos termoplásticos.

A empresa marcou presença no evento com a Injetora HXF 88, injetando porta copos em material aditivado com carga natural de madeira e bambu, uma perfeita imitação de madeira. O composto foi cedido pela Intecmat (www.intecmat.com.br), empresa que desenvolve formulações baseadas em artigos de fonte renovável.

Durante as demonstrações, a HXF registrou elevada repetibilidade dos ciclos, que atingiram a casa dos 6 segundos, e alto grau de produtividade, perfazendo um total de 600 peças por hora de trabalho.

O desempenho chamou a atenção de visitantes de várias partes do Brasil, especialmente Rondônia, Amazonas, Rio Grande do Sul e das regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro Oeste.

Esta não é a primeira vez que a versatilidade da tecnologia Pavan Zanetti é evidenciada. Em 2013, a empresa disponibilizou equipamentos e técnicos para os testes de um projeto de formulações de blendas e nanocompósitos à base de PET, desenvolvido em conjunto pela Petrobras, UFCG, UFPE e ITEP (http://www.pavanzanetti.com.br/noticias/?p=142).

Sobre a feira

A Feira Internacional da Mecânica é maior evento do gênero na América Latina. Realizada a cada dois anos pela Reed Exibitions Alcântara Machado, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, reuniu nesta edição de 2014 mais de 100 mil visitantes de 60 países. Aproximadamente, 2,1 mil marcas estavam expostas, representando cerca de 25 setores da indústria, entre eles automação, equipamentos para diversas áreas, plásticos, ferramentaria, usinagem, logística e refrigeração industrial.

Pavan Zanetti promove palestras no Congresso Plastshow 2014

IMG_9764 dottori

De 1 a 4 de abril, a Pavan Zanetti marcou presença na Plastshow 2014, que ocorreu em São Paulo e apresentou os desenvolvimentos tecnológicos mais recentes na área do plástico.
Além de expor suas máquinas na feira, a Pavan Zanetti também participou do Congresso Plastshow promovendo duas palestras: “Eficiência Energética na Transformação de Plásticos por Injeção” e “Modificação de PET e sua Influência em Propriedades de Barreira”.
Em três dias de duração, o evento ofereceu perto de 40 palestras feitas por especialistas no setor de transformação de plásticos, fabricantes de máquinas, engenheiros de materiais, entre outros profissionais.
O tema “Economia de Energia na Transformação de Plásticos” esteve em alta e teve um dia exclusivamente dedicado à sua discussão, com palestras de fabricantes de máquinas, motores e outros equipamentos, todos empenhados no desenvolvimento de equipamentos mais econômicos e de alto desempenho.
Este é um assunto no qual a Pavan Zanetti se empenha faz tempo. Por isso, suas máquinas apresentam um dos melhores desempenhos possíveis e estão entre as mais econômicas do mercado no que se refere a kg de material plástico transformado por kW usado.
Tal reconhecimento fez da palestra “Eficiência Energética na Transformação de Plásticos por Injeção”, ministrada pelo engenheiro de aplicação da Pavan Zanetti, Antônio Dottori, uma  das mais concorridas entre os participantes do congresso.
Já a palestra “Modificação de PET e sua Influência em Propriedades de Barreira” proferida pela Prof. Dra. Laura Hecker de Carvalho, da Universidade Federal de Campina Grande, PB, teve a participação efetiva da Pavan Zanetti na elaboração dos estudos. Na ocasião, foi apresentada uma solução técnica de alta aplicabilidade e baixo custo, aumentando assim as atuações da resina PET no mercado de embalagens.
Com sua participação na Plastshow 2014, a Pavan Zanetti demonstrou que apoia, de forma consistente, o desenvolvimento tecnológico do Brasil, se consolidando como um grande fabricante de máquinas.